domingo, 20 de março de 2011

Paradigma.

E não era a primeira vez que tinha destes falsos arranques de

desejo, quase como as formas de amor, ameaçando

absorver, pelo menos por algum tempo, todo o seu ser.


2 comentários:

  1. Pela tua forma de escrita, deves gostar imenso de artes visuais. Estou errada? É que, por mais que aquilo que tenhas a dizer seja pouco... inovador, consegues sempre expor as tuas ideias através da cor, da disposição gráfica e do tamanho. Eu, sinceramente, gostava de conseguir interpretar o significado destas formas.

    ResponderEliminar
  2. Por vezes temos apenas a sensação e o desejo para nos guiar

    ResponderEliminar

Be my guest! (^,^)